BOLETIM G20

Boletim G20 Ed. 2 - Desinformação e clima extremo são os principais riscos globais

BRASÍLIA (12/01/2024) - O alerta é do Fórum Econômico Mundial, que mostra em relatório como a emergência de desafios, entre eles o clima extremo, estará no centro das preocupações para 2024. Ouça e saiba mais!

12/01/2024 10:29 - Modificado há 3 meses

Transcrição

Repórter: Relatório do Fórum Econômico Mundial destaca a emergência de desafios, colocando o clima extremo no centro das preocupações para 2024. A desinformação surge como uma ameaça crítica, especialmente em um ano eleitoral, com eleições acontecendo em diferentes países do mundo. Neste contexto, a presidência brasileira do G20 está concentrada em fortalecer laços globais e promover esforços conjuntos para atuar em questões críticas. ouça e saiba mais.

Especialistas em risco global revelaram suas preocupações em uma pesquisa divulgada nesta semana pelo Fórum Econômico Mundial. O estudo aponta que, nos próximos dois anos, os maiores riscos para a estabilidade global são as condições climáticas extremas e a disseminação de desinformação. O relatório é baseado nas opiniões de mais de 1.400 especialistas. Em 2024, o clima é identificado como o risco número um, enquanto as informações falsas ocupam a segunda posição. A desinformação, impulsionada pelo uso generalizado de informações falsas ou imprecisas, representa uma ameaça à legitimidade de governos recém eleitos. Este cenário se torna ainda mais crítico em um ano eleitoral, no qual vários países, incluindo Estados Unidos, Índia e México, realizarão eleições. 

O estudo ainda destaca preocupações com a persistência na crise do custo de vida, informações induzidas por Inteligência Artificial e a polarização social. Conflitos armados também aparecem entre as principais preocupações para os próximos dois anos. A pesquisa reflete uma visão pessimista, influenciada por desafios globais recentes, como a pandemia de Covid e eventos geopolíticos responsáveis pela quebra das redes de abastecimento e suprimento, como as guerras da Ucrânia e Gaza. Os especialistas destacam a necessidade de maior cooperação internacional para enfrentar desafios e assegurar um futuro sustentável.  

Neste contexto, a presidência brasileira do G20 está concentrada em fortalecer laços globais e promover esforços conjuntos para atuar em questões críticas, como as apontadas no relatório do Fórum Econômico Mundial. Grupos de Trabalho como Economia Digital, que atua no combate à desinformação, e a Força-Tarefa de Mobilização Global contra a Mudança do Clima, proposta pelo Brasil, são exemplos de fóruns do G20 que têm a missão de apresentar propostas concretas para os graves problemas enfrentados no mundo.

Outras notícias

ALERTA GLOBAL

Desinformação e clima extremo são os principais riscos globais, alerta Fórum Econômico Mundial

12 de janeiro de 2024
Relatório do Fórum Econômico Mundial destaca a emergência de desafios, colocando o clima extremo no centro das preocupações para 2024. A desinformação surge como uma ameaça crítica, especialmente em um ano eleitoral sem precedentes, com eleições acontecendo em diferentes países do mundo. A resposta eficaz a esses desafios exige ação coordenada e global
Leia maissobreDesinformação e clima extremo são os principais riscos globais, alerta Fórum Econômico Mundial
TRILHA DE SHERPAS

Força-tarefa para Mobilização Global Contra a Mudança do Clima (GMCC)

30 de novembro de 2023
A Força-tarefa para Mobilização Global contra a Mudança do Clima promoverá o diálogo de alto nível entre governos, instituições financeiras e organismos internacionais para catalisar o alinhamento macroeconômico e financeiro global no sentido de implementar os objetivos da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima e do Acordo de Paris.
Leia maissobreForça-tarefa para Mobilização Global Contra a Mudança do Clima (GMCC)
TRILHA DE SHERPAS

Economia Digital

30 de novembro de 2023
O Grupo de Trabalho de Economia Digital trata de temas relacionados à conectividade, ao governo digital, à integridade da informação e à inteligência artificial.
Leia maissobreEconomia Digital