ECONOMIA DIGITAL

Principais instituições científicas brasileiras anunciam iniciativa contra desinformação e discurso de ódio

Parceria estratégica para combater a desinformação e promover integridade informacional foi anunciada durante o evento paralelo do G20 no Brasil sobre integridade da informação.

30/04/2024 19:43 - Modificado há 2 meses
Parceria estratégica para combater a desinformação e promover integridade da informação. Crédito: Divulgação G20

As principais agências de fomento e pesquisa do país, anunciaram uma aliança contra a desinformação durante o primeiro dia do evento sobre Integridade da Informação, nesta quinta-feira, 30, em São Paulo. As instituições assinaram o compromisso, destacando a importância de abordar os desafios contemporâneos de forma proativa e colaborativa. O protocolo estabelece que o grupo se concentra em apoiar projetos que capacitem recursos humanos especializados e mobilizem a sociedade brasileira na luta contra a disseminação de notícias falsas e discurso de ódio. A iniciativa cria uma rede de pesquisa e compartilhamento de dados e buscam centralizar a ciência no cerne do combate à desinformação.

O anúncio foi feito por Antonio Gomes de Souza Filho, presidente em exercício da CAPES (Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior,  Celso Pansera, presidente da Finep (Financiadora de Estudos e Projetos), Luciana Servo, presidenta do IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), Ricardo Galvão, presidente do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) e  Tiago Emmanuel Nunes Braga, diretor do Ibict (Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia). O movimento acontece em um contexto global de preocupação com a disseminação de notícias falsas e discursos de ódio, marca um esforço conjunto para fortalecer os pilares da democracia e o bem-estar social por meio da ciência e da cooperação.

Entre os eixos principais da iniciativa está a criação de uma Rede de Pesquisa Científica dedicada a investigar a integridade informacional e combater a desinformação. A rede visa não apenas entender os mecanismos por trás da propagação de notícias falsas, mas também desenvolver estratégias para diminuir seu impacto negativo na sociedade. O grupo propõe a implementação de uma política de Fomento contínua, buscando apoiar iniciativas que promovam a transferência de conhecimento entre os setores público e acadêmico.

As agências científicas brasileiras estão empenhadas em fortalecer a integridade informacional e a confiança no ambiente digital. O presidente em exercício da CAPES, Antonio Gomes de Souza Filho, expressou o propósito unificador da parceria, afirmando: "Estamos unidos na convicção de que a ciência e a informação de qualidade são fundamentais para construir uma sociedade mais justa e com garantia de proteção da democracia", disse. 

 O compromisso assumido pelas instituições tem ações concretas definidas no Protocolo de Intenções. A presidenta do Ipea, Luciana Servo, acredita que a desinformação é uma ameaça ao trabalho desenvolvido por instituições e na consolidação de políticas, “pois ela mina a credibilidade de pesquisas e distorcem a percepção das ações das ações de órgãos públicos”. 

Um dos pontos-chave do projeto é a criação de uma Plataforma de Dados que facilite a coleta, análise e compartilhamento de informações sobre o debate público digital. Isso permite uma abordagem mais coordenada na identificação e combate às notícias falsas, ao mesmo tempo em que salvaguarda a liberdade de expressão e o acesso à informação. O Fórum de Parcerias será estabelecido para integrar a sociedade civil, a imprensa e outros setores na discussão e aplicação das análises produzidas pelas pesquisas, promovendo uma ação coletiva pela integridade informacional.

A iniciativa surge em um contexto de colaboração e compromisso contínuo das instituições brasileiras no enfrentamento à desinformação. A ação destaca o papel central da ciência e da cooperação internacional na construção de um ambiente digital mais seguro, transparente e confiável para todos.

Veja também

Carregando