Área de Delegados
TRILHA DE FINANÇAS

“O tema da desigualdade foi muito bem aceito pelos países”, diz Haddad

Ao reforçar a necessidade de inaugurar uma nova globalização, ministro da Fazenda do Brasil comemorou consensos alcançados na reunião da Trilha de Finanças, que terminou nesta quinta-feira, dia 29;02, em São Paulo depois de quatro dias de intensos debates.

29/02/2024 20:03 - Modificado há 2 meses
Foto: Diogo Zacarias/MF
Foto: Diogo Zacarias/MF

A presidência brasileira do G20 inovou mais uma vez ao propor a abertura de um novo pilar de discussão, na OCDE, sobre tributação internacional, com a taxação dos super-ricos. Para o ministro da Fazenda brasileiro, as discussões sobre os pilares 1 e 2 estão avançadas e é um momento oportuno para abrir um novo debate.

“Temos condições de avançar na questão de justiça tributária no mundo,  a repercussão internacional do que discutimos aqui foi muito grande e os países demonstraram disposição de avançar nesta agenda. Ela foi bem-vinda, é pertinente e o Brasil, como presidente do G20,  quer aprofundar esta temática”, declarou.

Para o ministro, o papel do Brasil pode ser muito importante neste momento em que não só assume a presidência do G20, mas é também presidente do banco dos Brics e da Celac, além de ser convidado para reuniões do G7. “O Brasil é um país credor líquido do ponto de vista internacional. Ele não está endividado como muitos países em desenvolvimento estão e tem condições de pedir muito pouco pra si e contribuir muito para o equilíbrio da governança global”, anunciou. 

O ministro reiterou a necessidade urgente de se construir uma neoglobalização sustentável, socialmente justa, fiscalmente responsável. “Estamos defendendo interesses da população do planeta, populações que não estão nesta reunião nem como membros do G20 nem como convidados. Não é mais possível ignorar que os problemas pertinentes a eles atingem o mundo como um todo”, disse. “É preciso ter uma visão mais abrangente, muitos temas não serão resolvidos em âmbito nacional, somente internacionalmente”, finalizou.

Veja também

Coletiva de imprensa do ministro da Fazenda, Fernando Haddad - 1a reunião Ministerial de Finanças do G20 (29/02/2024)

29 de fevereiro de 2024
Leia maissobreColetiva de imprensa do ministro da Fazenda, Fernando Haddad - 1a reunião Ministerial de Finanças do G20 (29/02/2024)