ALIANÇA GLOBAL CONTRA A FOME E A POBREZA

Lula convida países caribenhos a aderir à Aliança Global contra a Fome e a Pobreza

Ao enfatizar a necessidade de aproximação entre o Brasil e os países do Caribe, durante a 46ª Conferência de Chefes de Governo da Comunidade do Caribe (Caricom), realizada em Georgetown (Guiana), o presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva falou da iniciativa defendida no G20, de criação da Aliança Global contra a Fome e a Pobreza, e do combate às mudanças climáticas. “Sabemos dos principais problemas que atingem a região: a insegurança alimentar, que – segundo o Programa Mundial de Alimentos – ameaça metade da população caribenha; e a mudança do clima, que coloca em risco todo o planeta, sobretudo os países insulares”, disse.

28/02/2024 17:21 - Modificado há 2 meses

“Quero ressaltar que esses dois problemas estão no centro dos debates travados pelo Brasil nos fóruns internacionais. Quero ressaltar também que esses dois problemas têm a mesma raiz: a desigualdade. Portanto, a luta do contra a desigualdade no mundo é também a luta das populações caribenhas”, salientou o presidente Lula durante a sua fala aos chefes de governo dos países do Caribe. “Não é possível que num planeta que produz comida suficiente para alimentar toda a população mundial, cerca de 735 milhões de seres humanos não tenham o que comer”, sublinhou. 

Ele lembrou que o Brasil pode oferecer gêneros alimentícios para o Caribe a preços competitivos e contribuir para ampliar a produtividade agrícola local. “Por isso quero convidar os países da Caricom a se somarem à Aliança Global de Combate à Fome e à Pobreza que será lançada pela presidência brasileira do G20. Queremos promover políticas públicas e mobilizar recursos para essa causa”, afirmou o presidente Lula. 

Sobre as mudanças climáticas, o líder brasileiro falou que “não é possível que os países ricos, principais responsáveis pela crise climática, continuem descumprindo o compromisso de destinar 100 bilhões de dólares anuais aos países em desenvolvimento, para o enfrentamento da mudança do clima. Não é possível que o mundo gaste por ano 2 trilhões e 200 bilhões de dólares em armas”. Lula voltou a reafirmar a posição brasileira em favor da paz e pelo imediato cessar fogo em conflitos como o que ocorre em Gaza.

Veja o discurso completo

Leia a íntegra do discurso do presidente Lula na 46ª Conferência de Chefes de Governo da Comunidade do Caribe (Caricom)