ECONOMIA DIGITAL

Jornalismo ético, integridade da informação e fortalecimento da democracia em debate no G20

A disseminação de desinformação e discurso de ódio através das plataformas digitais colocam em risco a democracia em todo o planeta. Neste contexto, torna-se cada vez mais necessária a promoção da integridade da informação e do jornalismo profissional.

07/07/2024 07:00 - Modificado há 4 dias
Imagem: Reprodução

O atual cenário digital traz desafios sem precedentes com relação à integridade da informação.  A disseminação de desinformação e discurso de ódio através das plataformas digitais colocam em risco a democracia em todo o planeta. “Sem conseguirmos garantir a distribuição de informações reais e confiáveis, colocamos a democracia em risco”, disse Karen Kaiser, consultora-geral da agência de notícias norte-americana Associated Press. Um estudo da Unesco mostra a preocupação da maioria das pessoas com a desinformação em seus países e seu impacto em eleições futuras.  

As plataformas digitais têm sido peças fundamentais para a evolução do ambiente jornalístico, proporcionando novas oportunidades, diversificando o mercado e atuando como importantes intermediárias entre a produção de notícias e o público. Nesse contexto, a inteligência artificial surge como uma ferramenta e um desafio, pois, apesar de oferecer novas possibilidades de produção de conteúdo, levanta questões quanto à qualidade, à originalidade e à propriedade intelectual no jornalismo. 

“É preciso reconhecer que, nos últimos dez anos, as principais inovações da nossa indústria vieram das plataformas de tecnologia. Eu estou falando do software de transcrição de entrevistas ao medidor de audiência. O resultado disso é uma dependência estrutural que o jornalismo tem hoje das big techs”, contextualizou Paula Miraglia, fundadora e diretora geral da Journalism and Tech Task Force Brasil.

Apesar dessas plataformas contribuírem financeiramente para o setor jornalístico, existem desafios a serem superados em relação à transparência e equidade nas relações com os veículos de comunicação. Falta de clareza nos critérios de apoio financeiro e a preferência por parcerias com grandes empresas de mídia podem ampliar as disparidades no mercado que, somadas à dependência do jornalismo em relação às tecnologias desenvolvidas pelas plataformas, criam uma vulnerabilidade estrutural no setor.

Outro aspecto relevante é a publicidade, que é uma fonte de financiamento para o jornalismo. No entanto, a integridade ética na relação entre conteúdo editorial e publicitário torna-se cada vez mais crucial, especialmente diante da disseminação de desinformação e da influência de interesses políticos.

A discussão aconteceu durante o evento paralelo do G20 sobre Integridade da Informação, ocorrido em São Paulo nos dias 30/04 e 01/05 de 2024, no âmbito do Grupo de Trabalho de Economia Digital, com discussões multilaterais globais, no âmbito da ONU, da Unesco e da OCDE.

Evento Integridade da Informação:

Veja também

Carregando