Área de Delegados
TRILHA DE FINANÇAS

Em Washington, ministros das Finanças do G20 vão discutir taxação de super-ricos e combate à fome e à pobreza

Reunião no Fundo Monetário Internacional (FMI), nos dias 17 e 18/04, será palco para buscar medidas concretas pela taxação dos super-ricos, financiamento climático e combate às desigualdades. Encontro reúne ministros de Finanças e presidentes dos Bancos Centrais das maiores economias do mundo, em busca de uma arquitetura financeira internacional para o século 21.

15/04/2024 10:55 - Modificado há 2 meses
Washington, capital do governo americano, recebe reunião de ministros de Finanças e presidentes dos Bancos Centrais do G20 nesta semana | Foto: M F Flaherty

A segunda reunião de ministros das Finanças e presidentes dos Bancos Centrais do G20 acontece em Washington, Estados Unidos, como parte da programação anual das reuniões de Primavera do FMI (Fundo Monetário Internacional) e do Banco Mundial. e promete ser crucial para dar encaminhamento às prioridades da presidência brasileira relacionadas à economia global. 

De acordo com a embaixadora Tatiana Rosito, coordenadora da Trilha de Finanças do fórum, o encontro deve coroar o ciclo de reuniões realizadas pelos grupos de trabalho, iniciativas e das forças-tarefas nesta primeira fase de debates entre as maiores economias do mundo. 

Na quarta-feira, 17/4, os líderes participam de  debates sobre finanças sustentáveis, com objetivo de reimaginar o modelo de financiamento climático, a partir da perspectiva e desafios dos países em desenvolvimento para o enfrentamento à crise do clima. No dia 18/4, quinta-feira, as discussões serão em torno de uma agenda para pensar a reforma e o fortalecimento dos bancos multilaterais e um modelo de arquitetura financeira internacional para o século 21. 

Em entrevista coletiva na última semana, Rosito pontuou que o esperado é que os representantes discutam também a construção de um roteiro para os bancos multilaterais de desenvolvimento (DBs) se tornarem maiores e mais eficazes, bem como a resiliência de fluxos financeiros para o financiamento para economias em desenvolvimento.

Programação do encontro

Além da reunião dos ministros do G20 nos dias 17 e 18, a agenda da delegação brasileira abarca encontros paralelos (side events), encontros com organizações da sociedade civil. A partir do dia 15/04. No dia 18 de abril, às 13h15 (horário de Washington), o ministro das Finanças do Brasil Fernando Haddad concederá uma entrevista coletiva à imprensa.

Veja também

Carregando